08/11/2015

CICLO COMPLETO - AUDIÊNCIA PÚBLICA DA CCJ DA CÂMARA EM PORTO VELHO - RO

Aconteceu também na manhã da última sexta-feira (6) em Porto Velho – RO, o seminário tratando da temática: "Por uma nova arquitetura Institucional da Segurança Pública: Pela adoção no Brasil do Ciclo Completo de Polícia", com participação de representantes das entidades nacionais e estaduais dos mais diversos órgãos de Segurança Pública, Ministério Público Estadual, Comissão de Direitos Humanos, sociedade civil, Ministério Público do Estado de RondôniaPolícia Civil de RondôniaPolícia Militar do Estado de Rondônia (Oficial), Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal.

O evento foi promovido pela Comissão de Constituição e Justiça - CCJ, da Câmara de Deputados e teve como seu presidente o Deputado Federal Marcos Rogério.

Foram apresentados dados importantes para a maior evolução da segurança pública que vem sendo debatida atualmente: o ciclo completo de polícia. Comum em praticamente todos os países do mundo, não é adotado apenas no Brasil, Guiné Bissau e Cabo Verde.

A principal característica do debate ocorrido em Rondônia foi a forma respeitosa e educada que todos os palestrantes se dirigiram as demais entidades policiais, defendendo de forma técnica os posicionamentos favoráveis e contra a proposta. Fato enaltecido pelo Deputado Federal de Pernambuco Pastor Eurico, que tem vem acompanhando a discussão nos demais Estados.

A FENEME na ocasião foi representada pelo Coronel PMESP Elias Miler da Silva (Diretor de Assuntos Legilslativos dfa FENEME) o qual defendeu o ciclo completo para todas as polícias contidas no artigo 144 da Constituição Federal, bem como defendeu também outros pontos de vista da Federação de Entidades de Oficiais Militares sobre o tema que atualmente está sendo debatido em todo o País.

O debate iria ocorrer em apenas 11 capitais brasileiras e graças à intervenção junto à comissão foi possível trazer esse belo debate a RONDÔNIA, o Governo de Rondônia agradece aos participantes e ao Ministério Público pela recepção.